quinta-feira, 28 de maio de 2009

Quando Eu Te Vi Ali Triste
Quando eu te vi ali triste
Meu mundo parou pra cuidar do seu
Meu coração disparou pra saber o que aconteceu,
Eu só queria ter a mais rápida solução
Não queria ver alguém tão importante sofrendo
Com lagrimas nos olhos e cicatriz no coração,
Quando eu te vi ali triste
Queria te pegar no colo
Contar-te uma historia
Pra te fazer sorrir,
Queria te fazer entender que o mundo
Não vem só com alegrias
E que nas tristezas crescemos
E aprendemos a viver,
Queria te ensinar o amor
A pintar um arco-íris
Inventando uma nova cor
Queria te dar um abraço
Apertar-te com força pra te proteger,
Quando eu te vi triste ali
Queria ser seu travesseiro
Enxugar suas lagrimas e sonhar contigo
Queria ser seu pensamento
E naquele momento te dar meu abrigo,
Mas nem sempre tudo é como a gente quer
Eu te vi triste ali e não pude me aproximar
Você se fez tão distante
Que eu não pude lhe ajudar,
Mas tenha a certeza
Quando eu te vi triste ali
Eu sofri contigo e em pensamento
Beijei sua alma
E te desejei uma tempestade calma,
Quando eu te vi triste ali
Eu gritei pro mundo
Num eco profundo na imensidão,
Eu te amo mesmo a distancia
Cuida bem dos sonhos
Que também são meus
E desse louco coração.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Livro dos Dias Dois
A Tempestade

2 comentários:

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A glória da amizade não é a mão estendida,
nem o sorriso carinhoso,
nem mesmo a delícia da companhia.
É a inspiração espiritual que vem quando você
descobre que alguém acredita e confia em você.

(Ralph Waldo Emerson)

Visite meu novo blogger
UMA ILHA PARA AMAR
http://eduardopoisl.blogspot.com/

Um grante abraço do amigo Eduardo Poisl

Nany C. disse...

que bom que gostou dos blogs!
retribuo e almejo a ti um maravilhoso fim de semana. prometo vir com mais calma visitar teus cantinhos.

Bjs.