domingo, 30 de dezembro de 2012

Tudo Novo
Ano novo
Novo amor
Nova paixão
Novos amigos
Novas poesias
Novos caminhos
Novos olhares
Um novo beijo
Esperança
Paz
Realizações
Sucesso
E porque não?
Um novo adeus
Sol e lua
Renovado compasso
Se eu for
Eu não volto
Apenas para buscar o meu abraço 
 
UM FELIZ ANO NOVO A TODOS,
QUE A PAZ DO SENHOR JESUS ESTEJA NO CORAÇÃO DE VOCÊS
E QUE A NOSSA AMIZADE CONTINUE SEMPRE RENOVADA.
OBRIGADO AOS AMIGOS PELO ANO QUE PASSOU, abraços a quem é de abraços e beijos a quem é de beijos. 
FLORES NA ALMA!!!
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Postagem até o dia 1 de Janeiro de 2013, Até o ano que vem meus amigos, quem sabe?

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Você Mentiu
Você mentiu
Cortou os pulsos da razão
Você sorriu
E foi pra longe a emoção
Nas veredas da vida
De onde o verso rasga a poesia
Eu não encontrei a saída
Pra essa sua alma inquieta e fria
Sonâmbula e perdida
Você partiu
Você mentiu. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Cama Macia
Cama macia
Prazer e energia
O corpo arrepia
Enquanto lá fora
A noite é fria
Na nudez do seu corpo
A minha poesia
Fatias de sonhos
Segundos de prazer
Alegria do mundo
Desejo você
Beijos e abraços
Carinhos em lua
Estrelas no espaço
Escuridão da rua. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

domingo, 23 de dezembro de 2012

O Senhor é o Meu Pastor
Veio pra me libertar
Me cobrir com o seu amor,
Uma estrela vai brilhar
Como a luz do Redentor,
Minhas dores vai curar
Vai comigo aonde eu for,
O Meu Deus quero adorar
Descobrir seu esplendor,
Me dá o pão de cada dia
Mesmo a noite sendo fria
Não me nega o seu calor,
Nos momentos de tristeza de agonia e de aflição,
Eu tenho sua palavra pra acalmar meu coração,
“O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará” 
 
Citação do Salmo 23.
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98
Um Feliz Natal a todos os amigos que navegaram comigo nesse ano que está chegando ao fim, que a paz do Menino Jesus e todos os seus ensinamentos estejam no coração de todos e todos os seus familiares, que a harmonia, o amor, a prosperidade estejam presente hoje e sempre,,,obrigado por tudo. U.B.P. by Everson Russo.
POSTAGEM PARA 24 E 25 DE DEZEMBRO.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Transparência
Transparência
Da alma
Do olhar
Do céu
Água do mar
Do vidro da janela
Do vestido
Que mostra o corpo dela
Da água
Do infinito
Horizonte
De um coração aflito
Da poesia
Do amor
Da chuva fria
Da dor
Do papel
Do desejo
Do seu mel
Da piscina
Dos sonhos
Do sorriso
Daquela menina
Transparência
Autenticidade
Carinho
Lealdade
Inverno gostoso
No aconchego
Da sua cidade
De nuvens
De outros mundos
Dos seus suspiros
Desejos profundos
Transparência
De mim pra você
De você pra mim
Do meu querer
E do nosso jardim. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

A Força do Amor
O amor é flor
Que nasce no deserto
Que surge em fenda de rocha
Que vence tempestade
Que brinca com raios e trovões
O amor é essa semente forte
Que eu tenho pra te dar
Pra que possa florir no seu jardim
Pra que a gente possa se amar. 
 
 By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

domingo, 16 de dezembro de 2012

A Vida Vale o Tempo de Um Segundo
Desde o nosso primeiro instante no planeta
A única coisa que nos pertence é o agora,
O passado ficou pra trás
Lemos e relemos, sentimos ou sofremos
Amamos, acertamos e erramos,
O futuro nem de longe nos pertence
Não sabemos como será e nem o que virá,
Então vivamos cada instante como um milagre
Que não se repetirá jamais,
Vivamos intensamente
Cada momento
Cada sorriso e abraço
Cada carinho e cada laço,
Guardemos no coração todos os beijos,
Na memória todas as paixões,
Cada lagrima rolada
Do amor não peça tudo
Também não espere nada,
Simplesmente tenha a certeza
Que de espírito limpo um dia nos encontraremos com o fim
Sem direito a dizer não
E nem a dizer sim,
Na vida o que vale é o hoje
Respire fundo, grite de amor ao mundo
E saiba que a vida vale o tempo de um segundo. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Noites
Noites, noites
Que seria de nós sem as noites?
Sem o prazer de tudo que ela nos proporciona
Sem a inspiração que ela nos dá
Sem o amor e o aconchego da pessoa amada
Tudo a noite fica mais colorido
Tudo tem a cor da noite
Tudo tem a sensualidade da noite
O luar
As estrelas
A musa nua na cama
Pedindo amor e poesia
Um violão e uma canção
Um sorriso e um arrepio
Que todas as noites sejam de amor
Sejam a paz que a alma precisa
Sejam em tons coloridos
Na tela em que o sonho se realiza. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

No Balanço da Vida
Ela embala seus sonhos
Ela acolhe o amor,
Ela dá um sorriso
Pra aliviar a dor,
Ela corre na chuva
Ela chora em meus braços,
Ela se perde em seus passos,
Ela dorme menina
Ela acorda mulher,
Liberta os desejos
Conta seus segredos
Pra quem quiser,
No balanço da vida
Ela esconde seus medos
Que escorre em seus dedos
Feito vento nos cabelos
E atende seus apelos,
No balanço da vida
Ela linda desfila sua sedução
E oferece a quem desejar
Conquistar seu coração. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Angeli In Volo Venuti Dal Cielo
Nosso amor nasceu em paz,
Como o som do mar,
Que paira pelo ar,
Nuvens brancas de algodão,
Ou recortes de amor
Em velhos jornais,
Um perfume de jasmim,
Arco-íris cor de mel,
Anjos em vôo vindos do céu,
O sonho nosso amigo,
Nosso amor,
Nosso abrigo,
Era o frio do inverno,
O calor do verão,
Que faziam florescer
A primavera da nossa estação,
Estação de amor e calma,
Alimento para o corpo e para a alma,
O encontro do caminho
Que um dia foi perdido,
Saber viver a sorte,
Do que é proibido e permitido,
Num toque do infinito,
Mundo eterno e abstrato,
Nas canções do coração,
Teu sorriso num retrato. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

domingo, 9 de dezembro de 2012

Na Janela o Amor Bateu
Feito vento em vendaval
Água de chuva que pula no quintal
Seus olhos em busca de prazer
Na janela o amor bateu
E você do seu sono
Levantou-se pra ver
Do jeito que dormia
Nua feito um anjo
Abriu a janela depressa
E o vento beijou seus lábios enfim
E acabou ali a busca e a pressa
De plantar o seu jardim
Pétalas voaram pelo ar
Perfume invadiu seu coração
O que você desejou era amar
E o amor de vez bateu
Na janela do seu coração.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®©
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Reflexão
Eu não acredito no amor
Mas não me importo
Se o amor acreditar em mim. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

A Flor do Centro do Jardim
Cercada do orvalho da madrugada
Entre cores e perfumes diversos
Espinhos, contratempos e mundos adversos
Lá estava ela no centro do jardim
Da minha janela eu tinha certeza
Ela renascia a cada manhã só pra mim,
Eram tantas que existiam
Cada uma em seu lugar
Cada uma perdida em seu sonho
Sonho louco de amar,
Todos os dias eu a via cheia de esperanças de ser feliz
Pura e presa na simplicidade de sua raiz
De longe ela sonhava e de longe ela sorria
Se não tivesse a chuva na madrugada
O que a refrescava era a minha lagrima fria,
E quando a noite passava
Já sentindo que o amor não vem
Ela se aquecia ao sol
A espera do sorriso de alguém,
Era a flor mais linda
E eu sei que era para mim
De pétalas em seda coloridas
Perfume inigualável na maciez de sua pele
Bem no centro do meu jardim. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

domingo, 2 de dezembro de 2012

A Espera de Um Milagre
A espera de um milagre
Que a madrugada fria
Onde congelam sentimentos
Entre nuvens macias
Estrelas brilham seus momentos
E na claridade da lua
Ela ali deitada e nua
Esperando que a chuva venha
E traga uma manhã
Talvez calma e serena
Com um beijo de hortelã
Flor que corta a raiz
E enfim nascerá o amor
Que a faça mais feliz. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Pétalas de Amor
Deitada ao som do vento
Poesia da imensidão
Sorriso do momento
Na leveza de um coração
O jardim é todo seu
Na insistência da lua
O amor não se perdeu
Espera pela alta madrugada
Nua entre brancos lençóis
A textura das pétalas
Para ser amada
Ali entre caricias
Entregou-se ao tempo
Na ansiedade da luz apagada
E nas caricias em seu corpo tocada
A menina está ali
Insinuado em seu corpo
O prazer a se dividir. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Alma e Poesias
Poesias e sonhos são nossos jardins de alma
Quanto mais você desejar e sonhar
Mais germinará a terra de amor
Sementes de paz e todas regadas por lagrimas de desejos sem fim
Sentimentos montados em versos
Que clareiam nossa paz
Em loucuras vividas na noite
Onde a madrugada em lua se desfaz
Uma pétala que cai
De uma flor pra perfumar
O desejo que se vai
Onde puder encontrar
Amor e sonhos de luz
Ao meu caminho conduz
Faz-se feliz alma e poesia
Enquanto no peito
Houver alegria. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Ao Meu Amor... Com Carinho
Guarda no teu coração
A estrela da saudade
E deixa brilhar no teu olhar
O mais belo arco-íris
No infinito horizonte da tua esperança
E a minha brisa te beija. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

domingo, 25 de novembro de 2012

Pedaços de Um Coração
Foi no brilho dos seus olhos
Que eu me encontrei,
Através do seu sorriso
O amor que eu procurei,
Era tarde de verão
E no meu caminho você se encontrava,
Estrelas e lua pro meu céu
Que eu tanto procurava,
As horas eram poucas pra viver todo esse amor,
Uma pintura numa tela cheia de cor,
O que eu não sabia
Era que em esperava,
Dias tristes de inverno,
Você me deixava,
Levou todo o meu amor
A poesia e a razão,
Deixando caído pelo mundo
Pedaços de um coração,
Hoje sigo pelo mesmo caminho
Com esperanças de um novo amor,
Pois cansei de caminha sozinho
E em minha tela quero a volta daquela cor. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98