quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Todas as Cores do Teu Olhar
Verde
Azul
Mar e oceano
Mel de abelha
Reflete do alto
Arco-Íris
Que moldura da paisagem
Encerra tempestade
Cor de fruta madura
Pedido a mordida
No pecado da mistura
Em madrugada perdida
Cor de escuridão
De poesia da alma
Na pureza do coração
Cor de estrela que cai
Só pra beijar a areia
E se a onda vier buscar
Ela ainda vira sereia
Se o teu olhar é cor
Mas tocante do infinito
Os teus lábios têm o sabor
Do contorno mais bonito
Pequena menina
Jogada na cama
Tua vida é uma sina
A verdade de quem ama
Teus desejos de mulher
Ninguém segura esse chama
Terá tudo que quiser
Da madrugada que ao luar reclama.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

4 comentários:

LUZ disse...

Oi, querido Everson!

Sensualíssimo poema, onde a mulher é seu tema, seu amor e sua dor.

Beijos da Luz, com carinho.

LUZ disse...

Oi, querido Everson!

Te desejo um excelente fim de semana, com amor.

Bom fim de semana.

Beijos da Luz, com carinho.

Vanuza Pantaleão disse...

Os sonhos de menina que um dia se desabrochará mulher.
Gosto do seu modo cavalheiresco de ser, meu amigo.
Deus te abençoe!!!!! Bjsssss

LUZ disse...

Bom dia, querido Everson!

Lhe desejo um domingo maravilhoso (aqui, está quase chovendo), com amor, alegria e harmonia.

Beijos da Luz, com apreço por você e pelo que você escreve.