quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

No Balanço da Vida
Ela embala seus sonhos
Ela acolhe o amor,
Ela dá um sorriso
Pra aliviar a dor,
Ela corre na chuva
Ela chora em meus braços,
Ela se perde em seus passos,
Ela dorme menina
Ela acorda mulher,
Liberta os desejos
Conta seus segredos
Pra quem quiser,
No balanço da vida
Ela esconde seus medos
Que escorre em seus dedos
Feito vento nos cabelos
E atende seus apelos,
No balanço da vida
Ela linda desfila sua sedução
E oferece a quem desejar
Conquistar seu coração. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

4 comentários:

Maria Luisa Adães disse...

Amigo,

Não deixes o barco partir
Espera por mim...

Feliz Natal

Maria Luísa

Camila Monteiro disse...

Que lindo poema! Gostoso de ler!
Adorei teu espaço, voltarei mais vezes.
Beijos!

Cristal de uma mulher disse...

Everson Meu querido amigo como é gostoso chegar aqui e ler tuas letras..Me dá uma vontade de quero mais ..vezes você rima outras você estravasa sensualidade,ternura,saudade..sabe eu nem sei falar do gostoso te ler..
Só quero te falar que ando um pouco afastada dos amigos,mais não é por falta de amor não ..são problemas pessoais..problemas sentimentais olha querido amigo são tantas as coisas na vida da gente que o que dar vontade mesmo é subir em uma montanha e ficar por lá mesmo..rsrrs..verdade.

Beijo e carinho em teu coração

Rachel Omena

LUZ disse...

Oi, querido Everson!

Bem, o sujeito de seu poema é ELA.
Ela tudo faz, tudo pode e tudo conquista.
Na realidade, a mulher, ELA, é muito importante para o homem, e para o mundo, em geral.

Gostei desse seu balanço poético.

Beijos, abraços, com ternura da Luz.